terça-feira, 18 de agosto de 2009

beleza.

Versos que tive a honra de receber, que, por sinal, são lindos. Estavam ali, guardadinhos. Obrigada, Jota =)


Para Mar: ira! [Para Maíra Dal'Maz]

Para desintristecer: você.
Para arrefacer a dor
Para rejuvenescer: o amor
Você para enfeitar meu ser...

Para desestruturar o cruel
Balanço intempestivo do mar:
A ira do amor que a mim trará
Você sem dó, em sol, em céu.

No peito bate um grito forte, um calor...
Você: para desintristecer.
E o amor que vem me rejuvenescer
Emana deste teu furor.

Para ser feliz: eu te encontrar.
Num balão branco ou num carrossel,
Seremos só mar sem ira, sem fel.
Você: para sempre me aliviar.

Jota Mombaça.


=**

7 comentários:

  1. Hummmm =p

    (/me com cara de guri, prestes a gritar: "com qm será, com qm será..")

    ResponderExcluir
  2. Huuuuum amigaa...lindo lindo ^^ Vc merece isso tudo meesmo uiiii kkkk

    ResponderExcluir
  3. lindo o "mar: ira!"
    assim como o poema todo

    ResponderExcluir
  4. "com quem sera, com quem sera"
    ahidhiaud
    boa
    ^^

    mas realmente, bonitos os veros...

    (porque nao tive essa ideia antes, pq?!)
    :p

    ResponderExcluir
  5. - beem, como já te disse, achei bárbaro esse texto, essa música.... tipo, ele é teu namorado? rsrs

    ResponderExcluir
  6. eu sou apenas um poeta mambembe enquanto Maíra se faz musa sem se aperceber.

    ResponderExcluir
  7. Sabia que Jota sempre levaria Jeito pra essas coisas, estudei com ele no CDF e pelo pouco que nos conversavamos e tal, sabia... muito inteligente você, admiro muita coisa em tu, apesar de termos nos distanciados :)

    ficou muito massa :D

    ResponderExcluir